OTÁVIO CORAL
Quem será que mora em mim?
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Contato
Textos

EM ADÁGIO

 

Nos momentos finitos,

fugazes como nuvens,

explosões sucessivas e frenéticas

envolveram os dois corpos amados,

que se enlaçavam em mornos abraços,

que se aquietavam em meigo silêncio,

que cresciam em seus ímpetos.

     Na finitude dos instantes

     cada gesto era o pleno,

     cada olhar o mais profundo,

     cada fala a mais apaixonada,

     cada beijo o mais ávido.

A busca torna-se saciada,

os mistérios se desfazem,

as ânsias se satisfazem

e a saudade engrandece no adeus.

 

 

 

 

 

ler pelo site do escritor

imagem: google

Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 24/01/2023
Comentários
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Contato